06/12/2016 às 16h58

Dia Mundial de Combate à Aids é tema da última palestra do ano

Encerrando o ciclo de palestras voltadas aos funcionários e colaboradores do Hospital Augusto de Oliveira Camargo

Encerrando o ciclo de palestras voltadas aos funcionários e colaboradores do Hospital Augusto de Oliveira Camargo (HAOC), o departamento de Recursos Humanos realizou no dia 2 de dezembro uma palestra motivada pelo Dia Mundial de Combate à Aids. Para falar sobre o assunto foram convidadas a enfermeira Pamela Cristina Tobaldini dos Santos e a técnica de enfermagem Ana Cláudia Danin, ambas do ambulatório de referência de testagem de HIV/Aids, do Hospital Dia.

A palestra abrangeu várias doenças que são transmitidas através de relações sexuais. Essas doenças podem apresentar sintomas tais como corrimentos, irritações, feridas, caroços, verrugas nos órgãos genitais, dor durante a relação sexual, dor embaixo do umbigo e etc. Porém, em outros casos, não apresentam nenhum sintoma.

As doenças sexualmente transmissíveis podem causar infertilidade, câncer de colo de útero ou pênis, podem ser transmitidas para bebês, causando má formação ou até aborto. Em caso de suspeita de DST não deve-se manter relações sexuais, assim como não tomar remédio por conta própria, e procurar o serviço de saúde o mais rápido possível para realizar todo o tratamento indicado pelo médico.

Entre as DSTs mais comuns estão a infecção por HPV (condiloma acuminado), as sífilis adquirida, secundária, latente ou terciária e congênita, as hepatites virais (B e C) e o HIV.

O HIV é vírus que destrói as células de defesa do organismo. A Aids é a doença que se manifesta após a infecção do organismo pelo vírus do HIV, é uma doença sem sintomas próprios. A sua transmissão ocorre através de sangue contaminado, relação sexual sem camisinha (oral, anal e vaginal), compartilhamento de seringa e agulha, de mãe infectada para o feto, transfusão sanguínea e materiais perfuro cortantes.

A Aids não tem cura e o tratamento deve ser seguido corretamente.  Os medicamentos utilizados são o ARV (coquetel), que impedem a multiplicação do vírus HIV, melhorando as defesas e deixando o organismo mais forte para combater as doenças oportunistas.

Para mais informações: ambulatório de referência de testagem de HIV/Aids. Hospital Dia: Avenida Visconde de Indaiatuba, 199, Parque Boa Esperança. Telefone: (19) 3825-6440.


Galeria de Imagens:

Parceiros

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Revista Digital
Conheça a história da saúde de Indaiatuba e região
Haoc Saúde © 2020 Todos os direitos reservados | Política de privacidade