24/10/2019 às 15h54

Outubro Rosa

Outubro é o mês voltado para conscientização e prevenção do câncer de mama

Outubro é o mês voltado para conscientização e prevenção do câncer de mama, tendo a cor Rosa como tema para a campanha a qual o HAOC participa anualmente, através da realização de palestras aos funcionários.

Desta vez o bate-papo ocorreu no dia 11 com participação da enfermeira Luci Cleia Silva, do grupo Voluntários de Apoio no Combate ao Câncer (Volacc), apresentou aos funcionários do HAOC o trabalho desenvolvido pela entidade e entregou material informativo aos presentes.

Além disso, contou com o depoimento de três mulheres que descobriram que tinham o câncer de mama, que relataram como ocorreu o diagnóstico, tratamento, cirurgia, e como se dá o acompanhamento da saúde após passar por todas estas etapas.

O câncer de mama é o mais comum entra as mulheres no mundo e no Brasil, depois do de pele não melanoma, respondendo por 25% dos casos novos a cada ano. Também acomete homens, porém é raro, representando apenas 1% do total de casos da doença. É relativamente raro antes dos 34 anos, e acima desta idade sua incidência cresce progressivamente, especialmente após os 50 anos. Segundo o Instituto Nacional do Câncer, a estimativa de casos para 2018 foi de 59.700.

Fatores da história reprodutiva e hormonal, como a primeira menstruação ter ocorrido antes dos 12 anos, não ter filhos ou a primeira gravidez acontecer após os 30 anos, não ter amamentado, menopausa após os 55 anos, uso de contraceptivos hormonais e ter feito reposição hormonal pós menopausa, principalmente por mais de cinco anos, são alguns fatores de risco.

Além disso, é necessário levar em conta os fatores ambientais e comportamentais, como obesidade e sobrepeso após a menopausa, sedentarismo, consumo de bebidas alcoólicas e exposição frequente a radiações ionizantes.

Há, ainda, os fatores genéticos e hereditários: histórico familiar de câncer de ovário; vários casos de câncer de mama na família, principalmente antes dos 50 anos; história familiar de câncer de mama em homens; e alteração genética, especialmente nos genes BRCA1 e BRCA2.

A prática de atividade física, alimentação saudável, manter o peso corporal adequado, evitar o consumo de bebidas alcoólicas e amamentar são algumas das formas de prevenção.

Sinais e Sintomas:

Nódulo único endurecido

Abaulamento de uma parte da mama

Edema (inchaço) da pele

Eritema (vermelhidão) na pele

Inversão do mamilo

Sensação de massa ou nódulo em uma das mamas

Sensação de nódulo aumentado na axila

Espessamento ou retração da pele ou do mamilo

Secreção sanguinolenta ou serosa pelos mamilos

Inchaço do braço

Dor na mama ou mamilo.

 

 


Galeria de Imagens:

Parceiros

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Revista Digital
Conheça a história da saúde de Indaiatuba e região
Haoc Saúde © 2019 Todos os direitos reservados | Política de privacidade